Comentários no Blog

Procure um conto que você mais se identificou e deixe nele um comentário falando o que quiser e fazendo o seu classificado ou propaganda para conseguir contatos.

Se preferir enviar um conto, remeta para maridodaisabela@gmail.com

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Mais uma fugidinha

Olá. Já fazia tempo que eu não escrevia nada aqui. Não foi por falta do que contar, mas de oportunidade mesmo.

Nos contos anteriores, vocês podem ver e saber como sou. Apenas vou repetir que sou casada, muito paquerada e assediada. Isso me faz um "bem" danado. O que irei contar, aconteceu no mes de julho/2008.
Aproveitando as férias escolares e por coincidência as minhas também, uma amiga minha me convidou para irmos até a cidade onde moram seus familiares. Isso é em outro estado.
Meu marido ficou meio desgostoso, mas acabou me deixando eu ir, já que seria com uma amiga nossa e também casada.

Viajamos numa sexta-feira à tarde, e no mesmo dia chegamos na casa dos pais da Cintia, minha amiga. No sábado ficamos em casa e na parte da tarde, fomos dar uma volta pela cidade e passamos por alguns shoppings. Em um dos shopping, a Cintia encontrou duas amigas e dois amigos dela e é claro, fui apresentada à todos. Fomos na praça de alimentação e conversamos bastante. Esses amigos da Cintia comentaram que naquele mesmo sábado, haveria um baile em um clube da cidade e nos convidaram para irmos também.
Os pais da minha amiga não se opuseram que ela fosse e acabamos indo nesse baile.

O local era bem legal e lá pelas 2 hrs da manhã, já estava totalmente lotado. Estávamos num grupo de 8 pessoas. Num determinado momento, minha amiga comentou comigo que estavam no baile, um ex namorado dela junto com outro amigo dele. Lá pelas tantas, eles passaram na nossa frente e ao ver a Cintia, o ex dela, de nome Guto, parou e ficaram conversando. Seu amigo e eu ficamos meio quietos, mas logo entramos na conversa e acabamos ficando juntos.

Naquelas alturas o Guto tirou a Cintia para dançar e eu fui dançar com o seu amigo Caio.
Isso passou mais de 1 hora e eu percebi que os dois estavam já meio assanhados, talvez relembrando os velhos tempos.

O Caio me abraçava e me segurava bem próximo dele enquanto dançávamos. Num determinado momento, senti que o Caio estava excitado, pois forçava contra minha coxa e as vezes passava pela minha xoxota. Até comecei a ficar excitada, mas fiquei na minha.
Logo vi que minha amiga e o Guto estavam se beijando ardentemente. O Caio se aproveitou da situação e me segurou firmemente e me deu um beijo. Na hora eu me esquivei, mas naquelas alturas me lembrei que eu estava longe de casa e que ninguem me conhecia. Me soltei e retribui, beijando o Caio. A Cintia acabou vendo nossa situação e logo vieram os dois e sugeriram que saíssemos do clube para irmos em outro local.

Naquelas alturas eu conhecendo minha amiga, já imaginei o que viria pela frente.
Chegamos no estacionamento e os dois se atracaram em beijos e amassos, isso fez com que o Caio também me pegasse de jeito. Estávamos nós quatro no estacionamento no maior amasso, mas correndo riscos por causa dos seguranças.

O convite inesperado surgiu do Guto e acatado pela Cintia, para irmos num lugar reservado. Naquelas alturas até eu já estava com vontade e cheia de tesão e o meu amiguinho Caio então.........., já tinha até chupado um seio meu.
Acamos indo os 4 juntos para um motel. Apesar de termos ido em dois carros, acabamos ficando todos no mesmo quarto.

Mal entramos e já fomos agarradas e sendo despidas. Quando já estávamos sem nada mais, ajudei o Caio a tirar suas roupas e a Cintia fez o mesmo com seu ex.
Fiquei impressionada ao ver o tamanho do pênis do Guto. Era grosso e comprido. Acho que quase o dobro do penis do meu marido e também do Caio, seu "amigo".
Antes fomos eu e o Caio tomar um banho e depois foram minha amiga e o Guto.
Quando eles voltaram para o quarto, eu e o Caio já estávamos no maior amasso e logo partimos para um 69. Eu chupava o pau dele e ao mesmo tempo era chupada na minha bucetinha que estava toda raspadinha e também recebia umas linguadas no meu cuzinho. O safado do Caio as vezes colocava um dedo no meu rabinho, coisa que adoro.

Ao lado, minha amiga chupava o pau do Guto, mas ela não conseguia por tudo, apenas a metade. Aquilo me deixou super excitada e com vontade de provar também.
Pedi para o Caio por uma camisinha e já fui subindo sobre ele. Minha bucetinha estava tão molhada que entrou facil, até porque o pau do Caio era normal. Dei umas boas cavalgadas e nisso o Caio gozou, me deixando na mão.
Fui no banheiro me lavar e de lá, escutei um grito abafado da minha amiga. Quando voltei, vi que ela estava de 4 e o Guto quase em pé, tinha atolado quase todo aquele cacetão no ânus da minha amiga. Ela gemia e até soltava uns gritos, mas logo foi se acostumando e depois só gemia de prazer.
Eu vendo aquilo, fiquei excitadíssima. Cheguei perto para ver direito. Nisso minha amiga me perguntou se eu também queria provar o Guto. Eu é claro que respondi positivamente. Aí ela disse. depois vc prova.

Eles treparam gostoso e mudaram de posição, onde acabaram gozando os dois, mas com o Guto comendo a buceta da Cintia.
Depois de mais de meia hora, o Caio já estava me acaricindo, me deixando louca para provar o cacetão do Guto. Sabendo da minha vontade, a cintia pegou o Caio e começou a chupar seu cacete e eu é claro, fui fazer o mesmo no Guto. Nossa....... como era grande e grosso. Minha boca chegava a doer.

Como eu estava louca de desejos para sentir aquela pauzão em mim, me deitei de lado e o Guto ficou atras de mim. Ele colocou uma camisinha, molhou seu cacete com saliva e foi empurrando para dentro da minha buceta. Apesar da lubrificação que eu estava e o desejo, senti um leve desconforto, mas logo passou e deixei que o Guto enfiasse até onde dava. Parecia que minha virgindade estava sendo perdida naquele momento. Com minha mão, quis saber se tinha entrado tudo ou faltava alguma coisa. Percebi que faltava só um pouco, aí resolvei ir de encontro ao cacete e assim recebi tudo, batendo lá no fundo. Até soltei um gritinho, mas já estava adorando.

O Guto começou a por e tirar, me fazendo sentir um prazer enorme. Como eu já estava super excitada, logo tive meu gozo merecido.

Minha amiga acabou gozando também com o Caio, que gozou dentro da sua buceta.
Eu já com uma gozada atingida, continuava a receber as metidas do Guto na minha buceta, que já estava até inchada. Em um determinado momento, senti que o Guto tirou tudo pra fora e estava pincelando meu cuzinho. Ainda bem que eu já tinha dado meu cuzinho muitas vezes, por isso acabei deixando que ele metesse no meu rabinho.
Na mesma posição que estávamos, deitados de lado, eu levantei uma perna para facilitar as investidas do Guto. Ele muito calmamente foi dando suas cutucadas e em seguida senti que a cabeça entrou. Me arrepiei um pouco e até uma slágrimas sairam dos meus olhos, mas aguentei firme. Aos poucos ele foi colocando e eu sentindo meu cuzinho ir se abrindo todo para agasalhar aquele salame italiano. Não passou dois minutos, eu já estava com tudo atolado no meu rabo. Minha nossa........, eu chegava a gritar, porque a sensação era incrivel. Parecia que eu tinha uma garrafa na bunda.

Mas como dizem, quando vc quer, vc aguenta e gosta, isso estava acontecendo comigo. Pedi ao Guto que enfiasse com força na bunda, pois queria aproveitar bastante. O danado atendeu meu pedido e enfiava até onde podia, me fazendo gemer e gritar.
Como eu sentia que assim eu não iria gozar, pedi para ele por na minha buceta novamente.
Ele tirou a camisinha, me deitou de barriga pra cima, levantou minhas pernas, assim fiquei toda arreganhada. Ele estando entre minhas pernas, foi enfiando até por tudo e fazer tocar no fundo da minha buceta, agora bucetão.

Nessa possição, não teve como evitar e após uns 4 minutos levando estocadas leves e bem fortes, gozamos juntos. Naquelas alturas nem me preocupei que não tinha camisinha e minha vagina ficou cheia do gozo do Guto.
Minha amiga e o Caio chegaram à aplaudir nossa transa.
Descansamos um pouco, tomamos um bom banho e devido a hora, voltamos para casa.
O dia já estava quase clariando. Os pais da Cintia perguntaram onde ficamos até aquela hora? a Cintia disse que estávamos numa lanchonete com os amigos e amigas.


By: Cláudia Maria

E-mail= mulhercasada.nova@hotmail.com

Nenhum comentário: